A partir desta semana os clientes fibra óptica da Zap terão internet com ainda mais velocidade. A banda será ampliada para que os clientes Zap usufruam de todos os benefícios e serviços possibilitados pela internet em casa durante o período de quarentena. Além disso, haverá maior flexibilidade quanto ao bloqueio da internet e, entendendo a dificuldade que os clientes podem encontrar neste momento, problemas com pagamentos podem ser negociados pelos canais de comunicação. A medida foi tomada considerando a situação enfrentada pelos brasileiros em meio à pandemia do novo coronavírus.

Segundo o CEO da Zap, Aureliano Arantes, “a Zap entende que neste momento a internet e todos os serviços de telecomunicação em geral são ainda mais importantes, tanto para o fluxo de informações, como para comunicação, entretenimento, trabalho, serviços de saúde e educação”. Desta forma, a operadora está empenhando todos os seus esforços para manter seus clientes conectados, com a eficiência já característica da internet fibra óptica da Zap, e com canal de comunicação aberto para dúvidas e soluções técnicas.

Desde que os primeiros casos de pessoas infectadas com o vírus COVID-19 surgiram no Brasil e as informações sobre a doença começaram a circular, escolas, universidades, órgãos públicos e empresas de todo o país começaram a suspender as atividades parcial ou totalmente. Isso porque o distanciamento social é uma das medidas não farmacológicas mais importantes para impedir que o novo coronavírus se espalhe de forma intensa, como já aconteceu em outros países.

Com a confirmação nesta quarta-feira, 18, do primeiro caso de contaminação pelo vírus em Palmas (TO), onde está situada a sede administrativa da Zap Telecom, a decisão de suspender o expediente no escritório e pontos de venda foi tomada pela direção. A medida preventiva foi tomada antes mesmo da publicação do decreto municipal nº 1.859, que determinou o fechamento do comércio durante período indeterminado, permanecendo em funcionamento apenas serviços essenciais como hospitais, farmácias e algumas exceções.

Os colaboradores passam a trabalhar remotamente, em home office, atendendo às demandas de forma online, quando possível. Apenas os técnicos de ativação e suporte continuam atuando em campo, porém de forma reduzida. Os técnicos estão treinados e equipados para atender os chamados técnicos de forma segura para os clientes que os recebem em casa.

Aureliano destaca também que a medida é necessária para conter qualquer possibilidade de contaminação, não só dos colaboradores, mas das pessoas com as quais eles convivem e o público externo. “Nós estamos acompanhando de perto as atualizações tanto do Ministério da Saúde quanto dos estados do Tocantins e do Pará, onde também atuamos, para seguir as orientações de imediato”, afirma Aureliano. Os pontos de venda da Zap, incluindo a loja do Capim Dourado Shopping, também se encontram fechados temporariamente.

O contato com a Zap pode ser feito via call center ou pelo atendimento virtual via WhatsApp, pelo número 800 646 0048, e informações e comunicados serão divulgados por meio das redes sociais da empresa.

 

Por Camila Mitye
Equipe Zap