Se para nós, adultos, ficar o tempo todo confinado em casa está sendo sofrido, imagina para as crianças. As férias antecipadas, consequência do distanciamento social como medida preventiva ao novo coronavírus (COVID-19), pareciam um prêmio para os pequenos, mas a realidade é que sem poder colocar os pés pra fora de casa a história mudou. Confinadas com a família, as crianças tiveram sua rotina interrompida de forma brusca e tiveram que se adaptar à outra, para proteger todos da doença que se espalhou pelo mundo. Mas como manter a saúde emocional das crianças nessa nova realidade?

Atividades podem ser estimulantes ou não, o importante é não engessar a rotina, explica Jackeline (Imgem: Freepik)

A educadora parental Jackeline Arantes, que administra o perfil Apenas Mãe nas redes sociais, onde compartilha conteúdos diversos sobre disciplina positiva, afirma que é preciso estabelecer o mínimo de rotina possível, nada engessado, mas de forma que auxilie as crianças e adolescentes a vivenciarem a quarentena com leveza. “Inserindo atividades lúdicas, pedagógicas ou não, nessa rotina, faz com que ela seja menos ociosa, o que acaba causando a ansiedade”, pontua.

Jackeline, que é mãe da Valentina, de 4 anos, e da Olívia, de 2, ressalta também que este momento é propício para estimular a empatia entre os mais jovens, já que “estamos ficando em casa para outras pessoas não adoecerem, não só a nossa família, é hora de pensar o coletivo”.

Internet, a grande aliada

Não há dúvidas de que a internet tem sido fundamental nesse período em que enfrentamos a pandemia. E se ela já era uma aliada importante na educação e diversão das crianças, agora está sendo ainda mais importante. Apesar de ser necessário evitar o excesso de uso de tecnologia para as crianças (principalmente as menores de 2 anos), a educadora parental ressalta a importância do meio termo. “Vamos usar as telas a nosso favor, tablets, celulares e televisores com atividades variadas, jogos e filmes que reúnam a família, dentro dessa rotina que não precisa estimular o cognitivo das crianças o tempo todo”, destaca, afirmando que a saúde emocional das crianças pode ser favorecida com essas práticas, pedagógicas ou brincantes.

Pra quem quer diversificar o conteúdo que as crianças acessam online para além dos filmes e aplicativos, Jackeline dá dicas como estimular atividades físicas com vídeos que ensinam coreografias no YouTube (como FitDance Kids) e os desafios musicais do aplicativo Tik Tok. Colocar a mão na massa para fazer um bolo com os pequenos também é uma boa pedida, pode ser educativo, divertido e ainda garante o lanche da tarde.

Dicas de conteúdo

Quer mais ideias? Veja algumas dicas de conteúdo online pra fazer com a meninada neste período em casa. Tem curso, atividades artísticas, contação de histórias, entre outros. Confira:

E-book Férias em Casa (Atividades variadas)
188 gibis históricos da Turma da Mônica
Cursos Online Gratuitos Faber Castell
Katia Pecand (Receitas, atividades e brincadeiras cantadas)
Mariane Bigio (Contação de histórias)

Ultra velocidade

Streaming, jogos online, aplicativos de mensagem e redes sociais sendo acessadas ao mesmo tempo, o dia todo. Com todo mundo em casa, a demanda pela internet aumentou ainda mais. E pra garantir que os clientes que usam fibra óptica usufruam de todo o benefícios e possibilidades da internet neste momento, a Zap disponibilizou mais banda para uma conexão ainda mais veloz. Os clientes que tiverem dúvidas de como acelerar sua conexão podem entrar em contato com a Zap por meio dos canais de atendimento, que estão funcionando normalmente, assim como a assistência técnica do provedor.

 

Por Camila Mitye
Equipe Zap